tocar a pele é tocar o mais profundo

tocar a pele é tocar o mais profundo

10 de março de 2019

Vulvoscopia FF

Tocar a pele é tocar o mais profundo, o território mais vivo e desconhecido: a intimidade, o mundo único e incomparável onde habitam todas as nossas dores e prazeres.

É um ato de coragem decidir abrir a percepção e a escuta para este espaço interno – através da PRESENÇA no auto toque e no toque a dois.

Só a conexão íntima leva ao aprendizado de identificar, expressar, liberar e curar memórias energéticas, físicas, emocionais e psíquicas sombrias ( desamor) abrindo novos caminhos para a potência luminosa que é o erotismo, a força vital, o amor que somos todos nós.

 

Bençãos de coragem, fé e amor

Fernanda Franceschetto

fêmea, filha, mãe, escritora, terapeuta-gestalt, atriz, jornalista e mística moderna

 

www.fernandafranceschetto.com
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀