não existe palavra escrita que substitua a vivência íntima na prática

não existe palavra escrita que substitua a vivência íntima na prática

12 de dezembro de 2019

A jornada íntima para tornar-se mulher, sem tabu – Vulvoscopia FF

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Não existe fora do corpo nenhuma palavra que substitua a vivência direta da investigação na sexualidade profunda ( onde há troca de amor, afeto, alma).

Os textos podem até servir como rotas mentais, mas jamais como aprendizado vivo e transformador, na prática.

É preciso ficar nu de tudo o que pensamos “ saber” sobre sexo para realmente VER a outra pessoa.

Olhar com olhos virgens, de primeira vez. Como uma folha em branco.

Sem passado nem futuro.

Abertos ao encontro, presentes, no aqui e agora.

Penetrados um no outro, livres de julgamento, (má) cultura e expectativa acumulados justamente pelo “ conhecimento” que imaginamos ter e que na verdade nos separa, nos afasta da confiança nos sentidos e também da humildade necessária para realmente amar a outra pessoa como ela é: única e incomparável.

Autora: Fernanda Franceschetto
Vulvoscopia FF – a jornada íntima para tornar-se mulher, sem tabu