FF responde: ” relações com ex – o que fazer? “

FF responde: ”  relações com ex – o que fazer? “

16 de janeiro de 2020

Partilha e pergunta da leitora: “ me libertei de um casamento fútil, meu ex marido é rico mas nenhuma viagem ou presente completava o vazio que eu sentia. Ele é muito egocêntrico, frio, apesar de dizer que me ama, descobri que me traiu…Me procurou depois de algum tempo e quer voltar, disse que se arrependeu. Como é seu relacionamento com os seus ex do primeiro e do segundo casamento? Você depois de tanto tempo pensa em voltar com eles ou quer construir uma história diferente com outra pessoa? Meu ex me procura toda semana. Talvez eu deva ficar livre pra novas histórias, não sei. O que vc fez? Acho que uma história parecida pode me ajudar.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Querida deusa, antes de mais nada te afirmo: tu és um ser único, ele também, e ambos construíram uma relação incomparável.

Precisas ter coragem para viver teu próprio processo, tua própria crise, teu próprio FIM.

Compreendo profundamente tua angústia e não saber o que fazer.

Experimentei minhas separações importantes como LONGOS processos de MORTES e LUTOS.

Começando pela morte das ilusões que eu havia criado ao estar junto com estas pessoas.

A morte do ideal/sonho que projetei no outro para ele atender minha expectativa.

O positivo é que quando as falsas imagens de perfeição começam a morrer, é possível começar a ver o vazio que existe dentro de nós: uma espécie de buraco existencial nos sugando para dentro, chamando para lidarmos com nosso eu interior profundo.

E isso dá medo.

Olhar realmente para o interior, para o que estamos vivendo e sentindo, dá medo.

Por isso EVITAMOS tanto ACEITAR o fim, pois sairemos do lugar conhecido (mesmo que uma relação insatisfatória, ruim, insuportável, abusiva, opressiva, violenta) e sermos sugados para o contato com o vazio, para ouvir e sentir o que realmente há dentro de nós e que precisa ser trabalhado/ transformado/curado para que possamos preencher o vazio existencial com AUTOAMOR, ou seja: conhecendo e acolhendo nossas dores e sombras e focando na LUZ, no milagre de estarmos vivos aqui e agora, criando e iluminando nossas virtudes e forças, para que nosso SER FLORESÇA!

O fim deve ser encarado como a possibilidade do começo de uma nova história de amor com nós mesmas!

O que leva TEMPO! Persista! Não será do dia pra noite. Um passo após o outro.

Assim como o futuro da relação com um ex.

Quando mais te dedicares com coragem e foco no teu processo pessoal, mais claro será quando estiveres te enganando novamente ao reencontrá-lo.

É óbvio que eu me enganei muitas vezes, mesmo depois de terminar as relações.

Voltei a sonhar com algo que não existia para não enfrentar a dor que vivia.

Sou humana! E imperfeita. Mas resisti e segui confiando na meu processo interior.

Estou hoje de mãos dadas comigo.

Não penso em voltar com eles e estou aberta SIM ao DESCONHECIDO, ou seja, a NOVOS RELACIONAMENTOS que a vida vai proporcionar, a construir uma nova história diferente das anteriores, estando CONSCIENTE E INTEIRA para não precisar ser PREENCHIDA por outro, e sim AMADA como sou, sem personagens, nua em sombra e luz.

Gratidão por tua partilha e pergunta, ajudarás a muitas pessoas!
Te abraço!

Com amor,
Fernanda Franceschetto

Vulvoscopia FF – A jornada íntima para tornar-se mulher sem tabu⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀