está em ti o caminho de cura para o desamor

está em ti o caminho de cura para o desamor

7 de fevereiro de 2019

Vulvoscopia FF.

A atitude mais desafiadora a ser vivida é a do auto amor.

A começar pelo corpo.
E pela aceitação da própria V U L V A.

O que dizes quando estás nua e livre para ti?

Só por hoje, experimenta te escutar. Honestamente. E te acolher. E te perdoar no que dizes de mal.

Chora. Sem vergonha.

Grita. Sem vergonha.

Respira.

E te toca, da maneira como precisas e sonhas ser tocada: no corpo e na vulva.

Esteja presente para ti.

Respirando e sentindo a T U A relação com teu corpo: contigo mesma.

Cada vez que a cruel mente julgadora aparecer – e certamente serão muitas – mantém a presença na atenção da tua respiração.

E segue na experiência de encontrar a ti mesma.

Venha o que vier.

Sem vergonha ou culpa.

Deixa fluir, seja dor ou prazer.

Venha o que vier.

Acolha.

Está em ti o caminho da cura para o desamor.

Está em ti.

C O N F I A.

Só por agora.

Só por hoje.

 

 

Bençãos de coragem, fé e amor

Fernanda Franceschetto

fêmea, mãe, escritora, terapeuta, atriz, jornalista e mística moderna

 

FOTO: @pollypenrosephotography

 

www.fernandafranceschetto.com
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀