coragem para ouvir o coração e os gritos da alma

coragem para ouvir o coração e os gritos da alma

7 de novembro de 2019

A maior das armaduras é vestida pela mentira. A usamos por medo de entrar em contato com o SENTIR genuíno e com a DOR que habita nossa alma, como consequência de relacionamentos fracassados ou mal sucedidos.

Evitamos abrir-nos à vulnerabilidade, a sermos quem somos, por medo da rejeição, de não sermos amadas simplesmente como somos. Essa é a ferida que a criança interior ( em algum ou em muitos momentos) sentiu e segue aberta. Precisamos conhecer a nós mesmas e a esta criança que foi castrada em seu instinto livre e sentimentos profundos: domesticada para servir ao sistema, para “ funcionar”.

A grande maldição da existência: as pessoas que mais amamos nos transmitem o vírus do condicionamento e do automatismo, ao qual precisamos tomar consciência, nos libertar e curar com todas as nossas forças para realmente experimentar ser a mulher que somos. SER quem somos.

É um Trabalho Interior a ser feito! Não há pílulas, drogas, dogmas, dinheiro, sexo ou sucesso no mundo que resolverão o VAZIO dentro de nós, causado pela FALTA DE AMOR ESSENCIAL!

Tenhamos coragem para ouvir o coração e os gritos da alma que rompem a armadura da mentira e nos libertam para aprendermos a AMAR A NÓS MESMAS E SERMOS AMADAS POR INTEIRAS, COMO SOMOS!!!

Autora: Fernanda Franceschetto
comunicadora, terapeuta gestalt e tântrica

Vulvoscopia FF – Despertar para Mulheres, sem tabu: corpo-vulva-vagina-útero-coração-consciência-ser