corações e corpos são os templos que honro e frequento

corações e corpos são os templos que honro e frequento

22 de novembro de 2018

Salve, mulher. Salve, irmandade.

A vida para mim começa todos os dias.

Vivo aberta, curiosa, contemplativa e provocadora no mundo externo, da pele para fora.

E também vivo para dentro, um mundo só meu, solitário, abissal, misterioso e fantástico.

Faço de minha voz e de minhas palavras a ponte entre estes dois mundos.

Me expresso, me comunico e me apresento por inteira, de corpo e alma – seja como fêmea, mulher, filha, mãe de Laila, gestalt- terapeuta, jornalista, artista ou mística moderna.

Não sei ser metade.

Não sei ser rasa.

Não sei economizar.

Não sei mesquinhar a potência que habita em mim.

Força que venho reconhecendo através das dores e desafios enfrentados.

Força que venho reconhecendo como a coragem de ser quem eu sou, em minhas sombras e luzes.

Força que venho assumindo desde o amor e a paciência por mim mesma, em toda a imperfeição e ignorância que condicionam minha existência terrena. “ ama ao próximo como a ti mesmo” é a missão íntima que dá sentido à minha vida.

O amor é a minha única religião.

E os corações e corpos, os templos que honro e frequento.

 

Bençãos de coragem, fé e amor

Fernanda Franceschetto

fêmea, filha, mãe, gestalt-terapeuta, jornalista, artista e mística moderna

 

www.fernandafranceschetto.com