arrisca-te a sair da ilha que criaste para evitar o sentir

arrisca-te a sair da ilha que criaste para evitar o sentir

28 de novembro de 2018

Salve, mulher. Salve irmandade.

Arrisca-te a sair da ilha, do território impenetrável que criaste para evitar o S E N T I R,

oprimindo a ti mesmo.

Experimenta lançar-te ao oceano – ao V I V E R – ao mergulhar, ao nadar inteiro em todo teu corpo, ao tonar-te cada remada, a ser cada respiração e silêncio ativo.

Experimenta fluir e A P R E N D E R a sentir P R A Z E R e L I B E R D A D E sendo quem tu és, em atenção para cada sensação e sentimento despertado em teu corpo-sexo-alma O C E Â N I C O.

Gozar da genuína potência vital e orgástica é um presente do E X I S T I R para os que têm coragem de aventurar-se em busca do conhecer e sentir a si mesmo.

 

Bençãos de coragem, fé e amor

Fernanda Franceschetto

fêmea, filha, mãe, escritora, gestalt-terapeuta, atriz, jornalista e mística moderna

 

www.fernandafranceschetto.com