aprender a viver, aqui e agora

aprender a viver, aqui e agora

29 de agosto de 2018

Salve, mulher!

Salve, irmandade de coragem!

Experimentemos contemplar a pedra que faz o caminho.

Tomemos distância, tempo e paciência para sustentar o ímpeto vaidoso que reage ao “ obstáculo”.

Estejamos em sintonia com o feminino interno – independente de gênero – para abrir-nos

generosamente à situação pela qual a V I D A nos penetra, nos provoca a sentir, a tomar consciência.

Não é enfrentamento, batalha, guerra.

É vivência, auto experimentação, A U T O C R I A Ç Ã O, energia focada em presença, responsabilidade e autoconhecimento.

A oportunidade existe a cada A Q U I – A G O R A , venha a pedra que vier!

Vamos integrar a força e a beleza de cada uma delas para A P R E N D E R  A   V I V E R  sendo quem se é!

Ou seremos apedrejados em vitimismo, inveja, rancor, ódio, medo, vergonha por não termos coragem e fé para descobrir a nós mesmos.

 

Bençãos de coragem, fé e amor

Fernanda Franceschetto

fêmea, filha, mãe, gestalt-terapeuta, atriz, jornalista e mística moderna